16 de jun de 2015

Fabrícia e Jean / Casamento

Com os Olhos da Alma

O escritor argentino Jorge Luis Borges, já com 80 anos, foi visitar o México. Seu editor me conta que, depois de vários dias de palestras, conferências, e homenagens, Borges pediu uma tarde livre para visitar as pirâmides astecas no Yucatán.
O editor explicou que se tratava de uma viagem muito cansativa, onde era preciso andar de táxi, avião, jipe. Borges não se deixou convencer, e terminaram arranjando tudo para que fosse até Uxmal.
Chegou quase ao entardecer, depois de um dia exaustivo. Sentou-se diante de uma pirâmide do século X, e ficou uma hora sem dizer nada. No final, levantou-se e agradeceu aos seus acompanhantes: “obrigado por esta tarde e esta paisagem inesquecível”.
Como sabemos, Borges era cego. Mas isto não impediu que sua alma compreendesse o que estava ao seu redor.
Paulo Coelho

Esse texto de Paulo Coelho é só mais um exemplo de que nossos sentidos vão muito além do que imaginamos. Fabrícia e Jean também me mostraram isso, não foram as dificuldades que os impediram de realizar um casamento dos sonhos com tudo que um casal tem direito. Como ela mesmo disse em seu blog: " Um casamento para todos os sentidos"
Vejam um pouco deste dia inesquecível na vida de Fabrícia, Jean e de seus amigos e familiares. Posso afirmar que para mim também foi uma experiência inesquecível.














Também quero convida-los a conhecer um pouco mais desta Jornalista
 Fabrícia Omena através do seu blog:

Veja mais fotos do casamento no site:


Cerimonial: Drica Cerqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário